Robert Pattinson e Kristen Stewart: amor ou marketing?

Entre os rumores que rondam a dupla, o mais forte é o de que o romance é a melhor estratégia comercial do Summit Entertainment, estúdio responsável pela franquia cinematográfica.

O romance, aliás, foi por dois anos também um rumor. Ele teria começado em 2008, ano de lançamento de Crepúsculo, o longa inicial da série, mas só em 2010 foi confirmado pelo casal. “Eu tenho pensado muito nisso. Não há maneira de responder se estamos namorando sem dar dicas aos jornalistas. Então, considerem a seguinte situação: ‘OK, nós estamos namorando. Não, nós não estamos namorando. Eu sou lésbica’”, chegou a esbravejar Kristen, durante uma entrevista, em 2009, ano em que Lua Nova fez 710 milhões de dólares nos cinemas.

Se era jogo de cena, não se sabe, mas o fato é que a falta de posicionamento dos atores só fazia aumentar os boatos sobre a relação – e o zum-zum-zum sobre a saga. Oficializado no ano de lançamento de Eclipse, terceiro longa da franquia, o romance – notícia renovada desde que confirmada – ajudou a divulgar o filme, que teve bilheteria global de 699 milhões de dólares.

De lá para cá, o namoro segue uma certa regularidade. Os atores, vistos juntos vez ou outra, nunca demonstram uma paixão ardente. Estão mais para dois amigos. Ou para – ora vejam só – Bella e Edward, seus personagens de Crepúsculo. Apenas trocam inocentes elogios e juras de amor. Até um beijinho Pattinson negou a Kristen, na premiação de cinema da MTV americana deste ano. Vencedores da categoria de melhor beijo pela terceira vez seguida, eles esboçaram que finalmente reproduziriam no palco uma beijoca – ainda que técnica – dos sets de filmagem. Na hora certa, porém, Pattinson escapuliu para a plateia e tascou um beijo na mão do colega Taylor Lautner, o lobisomem Jacob da saga. Kristen fez cena de ciúme. Parecia ensaiado. Mas o público gostou.

Nas últimas semanas, com a iminência de Amanhecer – Parte 1, o romance atingiu temperaturas inéditas. Às vésperas da estreia do filme que traz o casamento entre Bella e Edward, Robert Pattinson anuncia sem parar que pretende se casar com Kristen Stewart. Chegou a dizer, com a mesma seriedade do vampiro que interpreta, que é um homem de relacionamentos duradouros. “Não estou interessado em relacionamentos casuais, preciso conhecer as pessoas. Quero uma família com dois ou três filhos”, afirmou à revista britânica Heat.

Mais recentemente, dando mostras da cumplicidade que tem com Kristen, ele contou que a namorada não gostou quando ele disse numa entrevista que o noivo, no altar, é apenas um figurante. “O dia é da noiva. Quando filmei as cenas de Amanhecer, isso ficou bem claro”, contou ao site americano The Hollywood Reporter, aproveitando para divulgar o filme.

Por que fingir um namoro? As respostas a essa pergunta são simples, embora não provem nada. Crepúsculo, saga que até aqui rendeu um faturamento de 1,8 bilhão de dólares ao Summit Entertainment, fez do músico desempregado Robert Pattinson o segundo ator britânico mais bem pago. Seu cachê em Amanhecer – Parte 1 é de 12 milhões de dólares, de acordo com o jornal The Guardian. O valor seria o mesmo recebido por Taylor Lautner, o lobisomem Jacob da saga, e por Kristen Stewart. Um preço justo para se interpretar um segundo papel. Ainda mais quando ele é tão parecido com o primeiro, aquele das telas. E dá tão pouco trabalho.

fonte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s